Poker e capoeira: Dan Cates se diverte no Rio de Janeiro


Poker e capoeira: Dan Cates se diverte no Rio de J...

Quando escrevemos que o KSOP South America está explodindo com jogadores internacionais, pode ter certeza de que está. Mas, além de ver as fichas voarem, Dan Cates, um dos renomados profissionais que estão sendo vistos diariamente no Rio Centro Convention & Event Center, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, também foi visto voando – ou mais ou menos -.

O jogador americano, que terminou em segundo lugar no Omaholic Super High Rollers, encontrou tempo para conferir um dos eventos culturais mais populares do Brasil: a capoeira.

Cates compartilhou uma foto em seu Instagram depois de participar de algumas aulas da considerada arte marcial local. Na legenda, ele escreveu uma lição que recebeu do Mestre Gato: “Precisamos estar na vida real, porque a capoeira é fundamentalmente a roda da vida”.

Cates ri de Janeiro

Na sexta-feira, Cates estava novamente praticando aulas de capoeira durante o café da manhã. Além da ligação com a dança e a cultura, a prática de atividades físicas é parte importante da preparação de um jogador de pôquer. O Jungleman também esteve visitando pontos turísticos da cidade na quinta-feira. Porque no KSOP, que continua seu Evento Principal neste sábado, nem tudo se resume ao pôquer.

O profissional americano, que tem dois braceletes da WSOP e um currículo invejável em cash games high stakes, sairá do Brasil com um bom buy-in e um troféu pelo segundo lugar em um dos torneios mais caros da grade. Ele também levará consigo um pedaço da cultura e uma lembrança de uma das cidades mais bonitas do país.

Além de pelo menos 230 mil reais, como foi o prêmio que ganhou do já citado vice-campeão. Em suma.

Poker e capoeira: Dan Cates se diverte no Rio de J...


Comentário (4)

  • Carvalho.carolina

    Este texto destaca a participação do jogador de pôquer Dan Cates no KSOP South America, mostrando sua imersão na cultura brasileira, como a prática de capoeira e a visita a pontos turísticos do Rio de Janeiro. Além disso, ressalta a importância da atividade física na preparação de um jogador de pôquer de alto nível.

  • Este texto destaca a presença de jogadores internacionais no KSOP South America, incluindo Dan Cates, que além de participar dos torneios de pôquer, aproveitou para conhecer a cultura brasileira através da capoeira. A prática de atividades físicas e a imersão na cultura local são aspectos importantes na vida de um jogador de pôquer profissional.

  • Acho interessante ver jogadores de pôquer internacionais participando de eventos no Brasil e se envolvendo com a cultura local, como o Dan Cates. É uma forma de enriquecer a experiência e levar lembranças positivas do país. E é legal ver que ele não se limita apenas ao pôquer, mas também se dedica a atividades físicas como a capoeira.

  • Achei o texto interessante, pois mostra como o jogador Dan Cates aproveitou a experiência no KSOP South America para conhecer a cultura brasileira, como a capoeira. Além de se destacar no torneio, ele também aproveitou para visitar pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

© Todos os direitos reservados
[email protected]